web-archive-net.com » NET » T » THIAGOBELEM.NET

Total: 175

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Encurtando URLs no PHP utilizando a API do goo.gl - Thiago Belem / Blog
    de insônia resolvi mostrar como encurtar URLs utilizando a API do novo serviço de encurtamento do Google o goo gl Você pode usar a biblioteca googl php para facilitar o trabalho Viram como é simples Espero que tenham gostado Leia mais Meu ambiente de desenvolvimento Instalando PHP 5 4 com Homebrew no OS X PHP 5 5 API de senhas PHP 5 5 Novidades e novas funcionalidades PHP Sim nós

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/encurtando-urls-no-php-utilizando-a-api-do-goo-gl (2016-04-27)
    Open archived version from archive


  • Criptografia no PHP usando Sha512, Whirlpool e Salsa20 - Thiago Belem / Blog
    melhorada do SHA 265 que por sua vez é uma versão muito melhor do SHA 1 Para encriptar uma string usando SHA 512 no PHP você pode fazer assim Ao executar o código acima você verá uma string de 128 caracteres é essa string que você deve salvar no banco de dados para manter a senha realmente segura O resultado dessa encriptação com SHA 512 é algo assim quebrei em três linhas para ficar legível 3b1efb1934a56460904a2ae4782490d06057985a1524 5bb887ed4cda89e82cfa3c4ab2589686cb1828228c8e 6d252aa5272cbf1b1ec44978e302d5f7b7cd4641 Whirlpool O Whirlpool é um pouco mais lento que o SHA 512 e conseqüentemente mais entrópico ou seja mais seguro Para encriptar uma string usando Whirlpool no PHP você pode fazer assim O resultado desse Whirlpool será algo assim f13697ecb3e10789449ed839f224376b633eadbe3739 c07c7843bf91a86f4374d3697924e3c396cfeb777b56 d38700c41e032c21c4fce52d5f59024969536c74 Salsa20 E por fim mas tão poderoso quanto o Salsa20 é outro algoritmo de encriptação que irá gerar uma string de 128 caracteres O Salsa20 foi criado para encriptação de stremings transmissões mas pode ser usado com strings simples também Para encriptar uma string usando Salsa20 no PHP você pode fazer assim O resultado desse Salsa20 será algo assim 56a296fad140971d0fcd1577bd0c66348e69a835e9f4 56857a0e9f43e8fe540ad4488099875daaf8741df89f9 6abb8c6cd08ed842db33b2ea356737fc2cb0aef Salvando esses dados no banco de dados Para salvar esse tipo de dado criptografado você pode usar um

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/criptografia-no-php-usando-sha512-whirlpool-e-salsa20 (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Criando um sistema de cache no PHP - Thiago Belem / Blog
    criar aqui uma classe que servirá para armazenar qualquer tipo de texto variável número inteiro resultado SQL e etc Para começar começamos criando uma classe vazia Agora vamos adicionar alguns atributos que serão usados pelo sistema de cache O atributo time define por quanto tempo as informações ficarão salvas no cache tempo esse que poderá ser mudado para cada valor salvo veremos mais a diante Agora vamos criar um método chamado setFolder que servirá para definir o local onde os arquivos de cache serão salvos Esse método recebe o caminho pasta onde os arquivos serão criados e após verificar se o caminho existe é um diretório e pode ser manipulado ele define um atributo com o caminho passado Caso ele não consiga localizar a pasta ou não seja possível escrever nela um erro será gerado Com esse método criado podemos criar um construtor para essa classe com o seguinte código O construtor será chamado sempre que instanciarmos a classe Cache e como você pode ver ele recebe um parâmetro opcional onde podemos definir o local onde os arquivos serão criados Se não passarmos nenhum parâmetro para ele o mesmo irá usar o local de arquivos temporários definido pelo seu sistema operacional Agora que já conseguimos definir o local onde os caches serão salvos vamos criar o método que irá gerar o nome dos arquivos de cache E o método que irá criar o arquivo de cache propriamente dito O nosso sistema está quase pronto Já podemos criar arquivos de cache na pasta de cache precisamos então criar dois métodos um para salvar um valor no cache seja ele uma string número resultado SQL e etc e outro pra ler esse valor do cache Primeiro o método que salva um valor no cache E agora o método para ler esse valor

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/criando-um-sistema-de-cache-no-php (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Login automático no SSH (no Linux) - Thiago Belem / Blog
    na linha de comando do servidor Esse recurso parece inútil quando você cuida de um site simples Mas quando você trabalha com sites mais robustos que precisam de modificações no servidor instalações de plugins e módulos e etc é muito bom usar o SSH Para acessar o SSH de um servidor normalmente usamos o seguinte comando Após isso é perguntado a sua senha de acesso do servidor e você está dentro e pode executar comandos do Linux para trabalhar na máquina A questão aqui é que a senha do SSH deve ser extremamente segura e lembar de uma senha de 20 caracteres com letras símbolos e números não é fácil O que você pode fazer é configurar o servidor para aceitar logins automáticos da sua máquina Vamos chamar a sua maquina de cliente a máquina que você está usando e servidor a máquina que você quer acessar Criando a chave pública no cliente No cliente vá até a linha de comando e digite Você verá a seguinte resposta Dê ENTER sem digitar nada Dê ENTER sem digitar nada Dê ENTER sem digitar nada Feito isso você criou uma chave pública e esse arquivo ssh id dsa pub pode ser enviado para o servidor ao qual você deseja se conectar que quando você tentar fazer login ele irá ler o arquivo e te identificar permitindo o login automático Enviando a sua chave pública para o servidor Você pode usar sFTP FTP via SSH ou SCP para enviar a chave pública para o servidor veja um exemplo utilizando SCP Lembrando que a parta USUARIO REMOTO SERVIDOR são os mesmos dados que você utiliza para login Feito isso você precisa habilitar a chave pública Habilitando a sua chave pública no servidor Faça login via SSH no seu servidor e execute os seguintes comandos

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/login-automatico-no-ssh-no-linux (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • PHP e MySQL para iniciantes – Consulta Avançada - Thiago Belem / Blog
    entre as duas tabelas noticias e categorias para buscar apenas as notícias de uma categoria Começaremos o arquivo consulta avancada php da mesma forma que iniciamos o anterior com um bloco de comentários que explica o arquivo e inclui o arquivo que cria a instância do MySQLi que será usada nesse novo arquivo Agora iremos definir uma variável contendo o nome da categoria que iremos usar para filtrar as notícias O conteúdo dessa variável está hard coded no arquivo mas poderia ser dinâmico e vir da uma variável GET por exemplo Feito isso montaremos a consulta que será executada no banco de dados O interessante dessa consulta é que ela busca os registros da tabela noticia que possuam um relacionamento com os registros da tabela categorias e o registro correspondente na tabela categorias deve possuir o valor da variável categoria no campo nome Para quem não entendeu a explicação acima vale a pena a leitura do meu artigo Relacionamento de Tabelas no MySQL Continuando o script rodamos a consulta e exibimos o resultado E para finalizar exibimos o total de resultados encontrados e limpamos a consulta da memória do PHP E vocês acabaram de ver um exemplo de consulta complexa

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/php-e-mysql-para-iniciantes-consulta-avancada (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • PHP e MySQL para iniciantes – Consulta Simples - Thiago Belem / Blog
    que iremos utilizar nesse e nos próximos tutoriais Iremos usar essas tabelas para armazenar notícias que estarão ligadas à categorias Cada notícia pertence a uma categoria Cada categoria contém zero ou mais notícias A imagem acima foi criada utilizando o modelagem de banco de dados modelagem de banco de dados Para criar essas tabelas em seu banco de dados execute esse código SQL Vamos iniciar o nosso script criando um pequeno script de conexão ao banco de dados Na linha 21 nós criamos uma instância do MySQLi passando os dados de conexão com o servidor e logo depois verificamos se houve algum erro durante a conexão e exibimos a mensagem de erro Salve esse script com o nome de mysqli php em uma pasta chamada includes O próximo passo será criar um script que faz uma consulta SQL vamos começar o arquivo PHP com os comentários de créditos e o require http php net manual en function require once php para chamar o arquivo de conexão ao banco de dados Agora vamos montar uma consulta SQL simples para buscar as 10 últimas notícias ativas A consulta montada poderia ser traduzida por SELECIONE todas as colunas DA TABELA noticias ONDE ativa for igual a 1 ORDENANDO PELO cadastro DECRESCENTEMENTE LIMITADO A 10 resultados Agora precisamos executar a consulta utilizando o método query http www php net manual pt BR mysqli query php do MySQLi E agora só precisamos rodar um loop e em cada iteração passada no loop iremos exibir a notícia encontrada montando um bloco HTML Fazendo isso para cada notícia encontrada pela consulta será criado o seguinte bloco HTML Depois disso podemos colocar mais um pequeno bloco de código que irá mostrar o total de registros encontrados com a consulta E no final de tudo precisamos SEMPRE liberar o

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/php-e-mysql-para-iniciantes-consulta-simples (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Entendendo o jQuery – Parte 2 - Thiago Belem / Blog
    trocar a lista desordenada com classe conteudo ul conteudo que estiver logo após esse link que recebeu o clique irá deslizar fechando e abrindo a cada clique Uma das primeiras coisas que se aprende no jQuery é que ele trabalha com os elementos HTML da página e para poder acessar esses elementos ele precisa ser executado depois que a página carregou Isso não é obrigatório mas por motivos didáticos vamos seguir essa regra Para isso precisamos colocar em nosso código javascript um código que permita executar outros códigos jQuery ou não após o carregamento do site Lembram do onload do body É praticamente a mesma coisa Com o código acima criamos um evento ready pronto no documento todo o site que executará uma function quando o site estiver carregado método ready Documentação do método ready http api jquery com ready Faça o seguinte teste para entender melhor Veja um exemplo do código acima funcionando http jsbin com upuxa3 Agora vamos continuar e voltar ao nosso exemplo de collapse precisamos criar um evento de clique método click no link que tem a classe trocar fazemos isso da seguinte forma Com o código acima criamos um evento vazio que na verdade irá clicar no link Precisamos colocar uma função como parâmetro desse método click para que ao invés de clicar no link um outro código seja executado Documentação do método click http api jquery com click Vamos a um pequeno exemplo que irá disparar um alerta ao clicar no link Veja um exemplo do código acima funcionando http jsbin com upuxa3 2 Antes de continuar com o nosso exemplo precisamos notar que estamos adicionando um evento de clique a um link que por padrão já é um elemento que possui clique certo Todo link é clicável mesmo que seu endereço leve a lugar nenhum Mas o jQuery não é esperto ou seria maleducado o suficiente para substituir o comportamento padrão de clique naquele link Ao adicionarmos o evento click no link o jQuery é executado antes mas quando termina o comportamento padrão acontece Então se o href endereço do link apontasse para http thiagobelem net vocês iriam ver o meu site depois de receber o alerta Existem duas formas de evitar o comportamento padrão de um clique em um link quando se trabalha com o método click no mais deselegante é retornado false falso na função que está no clique A outra forma mais correta e elegante é assim É só adicionar um argumento com o nome que você quiser à função que é executada no evento click do link e dentro da função usar o método preventDefault nesse argumento evitando assim o comportamento padrão do navegador que seria mandan o visitante para o endereço link após o evento do jQuery ser executado Veja um exemplo do código acima funcionando http jsbin com upuxa3 3 Agora nós podemos continuar nosso exemplo selecionando a lista de links com classe conteudo ul conteudo que esta logo após o link que foi clicado Partimos do

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/entendendo-o-jquery-parte-2 (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Apache – Mudando a página de erro 404 - Thiago Belem / Blog
    o arquivo htaccess na raíz do seu site ou o arquivo httpd conf do seu servidor em servidores Linux ele provavelmente fica em usr apache2 e em servidores Windows o local pode ser em C Arquivos de Programas Apache Group Apache conf se não encontrar faça uma busca em httpd conf que você encontrará Em um desses dois arquivos coloque a seguinte linha de código Isso fará com que o

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/apache-mudando-a-pagina-de-erro-404 (2016-04-27)
    Open archived version from archive



  •