web-archive-net.com » NET » T » THIAGOBELEM.NET

Total: 175

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Trabalhando com datas no PHP - Thiago Belem / Blog
    letras Jan a Dec y Representação do ano com 2 dígitos Y Representação do ano com 4 dígitos l L minúsculo Descrição do dia da semana Sunday até Saturday h Formato em 12 horas H Formato em 24 horas i Minutos com 2 dígitos s Segundos com 2 dígitos A AM ou PM Mas onde você usa isso Essas letras são argumentos da função date veja alguns exemplos Viram como é fácil No MySQL existem os tipos de coluna DATE e DATETIME que são para armazenar datas e datas com hora respectivamente O formato de entrada de um campo DATE é AAAA MM DD e do DATETIME é AAAA MM DD HH MM SS Pra usar a função date e gerar datas no formato de entrada do MySQL é só fazer assim Uma função muito usada é a time ela retorna um valor chamada UNIX TIMESTAMP que é o número de segundos que se passaram desde 1970 até agora É um número de 11 algarismos até agora e também serve como segundo argumento da função date quando queremos formatar uma data antiga ou futura Quando se precisa trabalhar com datas antigas e ou futuras uma função útil para ajudar a encontrar o timestamp é a mktime podemos usar ela da seguinte forma Se você está pegando datas salvas no MySQL pode reparar que ela vem no formato AAAA MM DD pra gerar o timestamp de uma data assim é só usar a função strtotime dessa maneira Acredito que eu não tenha falado de nem metade de todas as funções para manipulação e controle de datas do PHP mas essas são sem dúvida as mais importantes e mais usadas Dê uma olhada na documentação no fim deste post de cada uma delas que você encontrará outros exemplos e formas de uso

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/trabalhando-com-datas-no-php (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Pausando a execução do seu script PHP - Thiago Belem / Blog
    delay entre o envio de vários e mails As utilizações são várias Você pode criar essa pausa no script da seguinte forma Com o usleep você define uma pausa em milhonésimos de segundos calcule multiplicando o nº de segundos por 1 000 000 Este é um recurso pouco conhecido do PHP mas que tem o seu valor Até a próxima Documentação Oficial Função sleep http br php net sleep Pausa

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/pausando-a-execucao-do-seu-script-php (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Galeria de fotos (slideshow) com jQuery - Thiago Belem / Blog
    mais E é exatamente isso que o jQ te proporciona fazer muito mais funcionalidades e efeitos com muito menos código Veja um exemplo on line do resultado desta aula Pra aula de hoje você vai precisar de apenas duas coisas Última versão do jQuery http jquery com http jquery com Clique no botão Download jQuery Última versão do plugin jCycle para jQuery http malsup com jquery cycle http malsup com jquery cycle Depois de ter feito o download dos dois arquivos js é só incluí los no seu site assim Lembrando que esse código deve ir entre as TAGs head e head do seu site Depois disso você cria uma div com o id que quiser vamos usar slideshow como exemplo e dentro dela coloca as fotos do seu slideshow por exemplo Depois é só voltar lá dentro do head do seu site e colocar o seguinte bloco de javascript Com isso você definiu qual a div que contem o slideshow repare que o ID da div vai ali no começo da terceira linha e o jQuery inicia o efeito sozinho Mas só isso Sim Você já tem um slideshow automático com efeito de transição fade pronto pra ser usado

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/galeria-de-fotos-slideshow-com-jquery (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Criando funções no PHP - Thiago Belem / Blog
    suas proprias funções economizando tempo e dedo Vamos ao exemplo de uma função simples Essa função recebe número por argumento numero e retorna o dobro desse número é bem simples Você pode criar funções para as mais variadas tarefas como por exemplo exibir um texto entre e ficaria assim Não há limite de argumentos que uma função pode receber por exemplo vamos fazer uma função que calcule um número elevado a outro Repare que dessa vez usamos dois argumentos Claro que se você usar uma string como argumento dessa função você provavelmente vai causar um erro no PHP Você também pode definir valores padrões para os argumentos da sua função vamos usar o exemplo da função anterior só que se não definirmos o segundo argumento o número vai ser elevado a terceira potencia Um nome de função válido começa com uma letra ou um sublinhado seguido seguido por qualquer número de letras números ou sublinhado Com uma expressão regular seria expressado com a zA Z x7f xff a zA Z0 9 x7f xff E então Agora vocês já podem criar as próprias funções e adiantar a sua vida e a de quem for trabalhar com você Não se esqueça de

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/criando-funcoes-no-php (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Criptografia no PHP usando md5, sha1 e base64 - Thiago Belem / Blog
    é um algoritmo de um hash de 128 bits Não vou tentar explicar o que é hash nem algoritmo agora Só vou explicar como você pode usar o md5 na sua aplicação O md5 gera uma string alfa numérica de 32 caracteres não importa se você tá gerando o md5 de duas letras ou de um texto de 20 parágrafos O md5 gerado sempre vai ter 32 caracteres Você pode usar o md5 na hora de salvar um dado sigiloso senhas o banco Com isso ninguém tem acesso à senha original do cliente Depois é só comparar o md5 do que foi digitado no campo senha na hora do login com o que está armazenado no banco se bater tá tudo certo Infelizmente o md5 tem um problema Você pode com muita dificuldade preste atenção muita dificuldade gerar dois md5 iguais Duas strings diferentes que acabem como um mesmo md5 Isso é raríssimo mas pode acontecer Pra usar o md5 no PHP é só usar da seguinte forma SHA1 A outra hash de mão única é o sha1 Ele é praticamente identico ao md5 só que tem 160 bits o que acaba criando uma string resultado maior 40 caracteres alfa numéricos Outro ponto do sha1 é que por ser 160 bits e gerar uma cadeia de caracteres maior uma colisão encontrar duas strings que codificadas sejam a mesma coisa é bem mais rara que numa chave de 128bits Usar o sha1 no PHP é exatamente a mesma coisa que o md5 só que mudando o nome da função BASE64 É um método para codificação dos dados para transferência na Internet Ela é uma codificação de mão dupla e usando uma segunda função você pode descobrir a string original de uma string codificada Para usar ela no PHP você tem as

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/criptografia-no-php-usando-md5-sha1-e-base64 (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Criando um sistema de login com PHP e MySQL - Thiago Belem / Blog
    que iremos definir primeiro é a tabela usada para armazenar os usuários do sistema Execute esse bloco SQL no seu banco de dados para criar a tabela usada pelo sistema Depois disso vamos ao formulário de login que você colocará dentro de um arquivo chamado login php Esse formulário com apenas dois campos manda pra página valida php que é um pequeno PHP que receberá os dados enviados pelo formulário fará a validação deles e mandará o visitante ou pra página interna index php ou de volta pra página de login login php Esse é o codigo fonte do arquivo valida php A estrutura do seu site até esse ponto deve estar dessa forma pasta do seu site index php Página intera a ser protegida pasta do seu site login php Página com o formulário de login pasta do seu site valida php Página que faz a validação dos dados do formulário Agora vamos criar o arquivo seguranca php na mesma pasta dos demais arquivos Não vou poder explicar todas as funções do arquivo pq é muita coisa Mas todas elas estão devidamente comentadas e documentadas É só olhar Com esse arquivos nós já nos conectamos automaticamente ao servidor MySQL então se você usar outra forma pra fazer a conexão vá na parte de configurações do seguranca php e defina a variável SG conectaServidor pra falso false O mesmo acontece pra sessão com a variável SG abreSessao Agora é só incluir essas linhas no topo de cada arquivo que deverá ter o acesso restrito Quando vocês quiserem exibir o nome do usuário logado é só fazer isso Veja mais sobre escrever e pegar valores da sessão coisa que acontece muito nesse sistema de login no tópico Aprendendo a usar sessões no PHP Viram como é fácil Pra quem quiser um

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/criando-um-sistema-de-login-com-php-e-mysql (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Contador de visitas usando o MySQL - Thiago Belem / Blog
    rode esse código SQL no banco de dados do seu site para criar a tabela que o sistema usa Agora copie o código desse script PHP e salve o como contadorVisitas php em algum diretório do seu site Pronto você já tem a tabela no banco e o script dentro do site agora é só abrir o script e configurar a conexão do MySQL e ou desativá la se necessário

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/contador-de-visitas-usando-o-mysql (2016-04-27)
    Open archived version from archive

  • Criando Sistemas Seguros – Parte 1 - Thiago Belem / Blog
    http recaptcha net Não oculte os erros do PHP manipule os As mensagens de erros do PHP podem colocar uma corda no seu pescoço mas evite ocultá los completamente Crie um manipulador de erros error handler que envie e mails para o administrador informando dados do erro como arquivo linha hora código ip visitante E pro visitante exiba apenas uma mensagem do tipo Ocorreu um erro O administrador do site foi informado Leia mais Segurança Manipulando erros no PHP seguranca manipulando erros no php Se for usar sistemas prontos de terceiros use bancos de dados e usuários diferentes Cada sistema tem suas vulnerabilidades e quanto mais conhecido o sistema for mais vulnerabilidades conhecidas eles pondem ter Se você usar bancos de dados separados você evitar um ataque que use as falhas desses sistemas como ponte pra destruir o banco de dados do seu site Utilize senhas e usuários do Apache IIS Se você não considera o gerenciador administrador do seu site 200 seguro crie usuários do Apache ou IIS e bloqueie o acesso à pasta do administrador A tela de login não é bonita mas quem já viu colete a prova de balas e ou grades bonitas Banindo IPs por um bem maior Se for preciso banir um usuário insistente que sempre usa um determinado IP faça o Impeça o acesso total dele É melhor perder um visitante IP do que meses ou anos de trabalho Você pode usar vários recursos pra fazer isso header http php net manual en function header php do PHP htaccess do Apache dentre outros Leia mais Bloqueando visitantes pelo IP com MySQL e PHP bloqueando visitantes pelo ip com mysql e php Falhas de Login Você considera normal um usuário errar o proprio login mais de cinco vezes Sim Então você está pedindo pra

    Original URL path: http://blog.thiagobelem.net/criando-sistemas-seguros-parte-1 (2016-04-27)
    Open archived version from archive



  •