web-archive-net.com » NET » A » ARTEDAVIDA.NET

Total: 425

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Poema da quantidade
    Seu curioso mundo Não fosse assim o universo inteiro Seria um erro e um oneroso caos Os espelhos do ébano e da água O espelho inventivo de um sonho Os liquens e os peixes as madréporas Tartarugas alinhadas no tempo Os vaga lumes de uma única tarde As araucárias e suas dinastias As perfiladas letras de um volume Que a noite não apaga são sem dúvida Não menos pessoais e

    Original URL path: http://www.artedavida.net/poema-da-quantidade-jorge-luis-borges/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive


  • Frases de Jorge Luis Borges
    nenhum político não sou filiado a nenhum partido sou teoricamente anarquista o máximo de governo mas isso é quase impossível Li e reli quase sempre os mesmos livros Não não tenho nenhuma sabedoria Aqui sob os epitáfios e as cruzes não há quase nada Aqui não estarei eu Estarão meu cabelo e minhas unhas que não saberão que o resto morreu e seguirão crescendo e serão pó Não criei personagens Tudo o que escrevo é autobiográfico Porém não expresso minhas emoções diretamente mas por meio de fábulas e símbolos Nunca fiz confissões Mas cada página que escrevi teve origem em minha emoção Sempre imaginei que o paraíso será uma espécie de biblioteca A arte opta sempre pelo individual o concreto a arte não é platônica De todos os instrumentos do homem o mais surpreendente é sem dúvida nenhuma o livro Publicamos para não passar a vida a corrigir rascunhos Quer dizer a gente publica um livro para livrar se dele Há um santíssimo direito no mundo o nosso direito de fracassar de andar sozinhos e de poder sofrer Em que ontem em que pátios de Cartago Cai também esta chuva A felicidade é a única coisa no mundo sem mistério

    Original URL path: http://www.artedavida.net/frases-de-jorge-luis-borges/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive

  • Cecília Meireles - A elegia do fantasma
    E ouvindo o vento sinto sinto a noite como um labirinto envolvendo o meu corpo extinto Na grande treva que amedronta minha alma tonta tonta tonta os sonhos mortos mortos conta E faz perguntas faz perguntas Quer saber das vidas defuntas que antigamente andavam juntas Cecília Meireles Facebook Prev Article Next Article Related Posts Frases de Paulo Freire Carlos Drummond de Andrade Campo de Flores Trechos de música de Roberto

    Original URL path: http://www.artedavida.net/a-elegia-do-fantasma/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive

  • Cecília Meireles - Ou Isto Ou Aquilo: Poema
    nos ares É uma grande pena que não se possa estar ao mesmo tempo nos dois lugares Ou guardo o dinheiro e não compro o doce ou compro o doce e gasto o dinheiro Ou isto ou aquilo ou isto ou aquilo e vivo escolhendo o dia inteiro Não sei se brinco não sei se estudo se saio correndo ou fico tranquilo Mas não consegui entender ainda qual é melhor

    Original URL path: http://www.artedavida.net/ou-isto-ou-aquilo/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive

  • Arte da Vida - Frases e Mensagens para Face, Twitter, Whats
    da Katy Perry Autores Famosos Frases de Adolf Hitler Autores Famosos O Enterro do Não consigo Auto ajuda Reflexão Textos Deixe seu Facebook aqui Faça amigos Facebook Doidas e santas Textos O Verdadeiro Caminho Diversos Navegação por posts Previous 1 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 60 Next Mais acessados 76 Frases de Status Para Whatsapp Legendas para fotos com amigas Legendas para fotos sozinha

    Original URL path: http://www.artedavida.net/page/11/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive

  • A parábola da rosa
    planta rodeada de espinhos tão afiados Entristecido por este pensamento ele se recusou a regar a rosa e antes que estivesse pronta para desabrochar ela morreu Assim é com muitas pessoas Dentro de cada alma há uma rosa as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos os defeitos Nós nos desesperamos achando que nada de bom pode vir de nosso interior Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós e consequentemente isso morre Nós nunca percebemos o nosso potencial Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas Alguém mais deve mostrá la a elas Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas Esta é a característica do amor olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas Aceitar aquela pessoa em sua vida enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa Elas superarão seus próprios espinhos Só assim elas poderão

    Original URL path: http://www.artedavida.net/a-parabola-da-rosa-mensagem-fabula/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive

  • Fábulas Archives
    A lição do bambu chinês Fábulas A lição do Rato Fábulas A parábola da rosa Fábulas Mais acessados 76 Frases de Status Para Whatsapp Legendas para fotos com amigas Legendas para fotos sozinha Legendas para fotos com namorado ou namorada

    Original URL path: http://www.artedavida.net/fabulas/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive

  • Receita de Mulher
    mais que gótica ou barroca E possam iluminar o escuro com uma capacidade mínima de 5 velas Sobremodo pertinaz é estarem a caveira e a coluna vertebral Levemente à mostra e que exista um grande latifúndio dorsal Os membros que terminem como hastes mas bem haja um certo volume de coxas E que elas sejam lisas lisas como a pétala e cobertas de suavíssima penugem No entanto sensível à carícia em sentido contrário É aconselhável na axila uma doce relva com aroma próprio Apenas sensível um mínimo de produtos farmacêuticos Preferíveis sem dúvida os pescoços longos De forma que a cabeça dê por vezes a impressão De nada ter a ver com o corpo e a mulher não m se fala que olhem com certa maldade inocente Uma boca Fresca nunca úmida e também de extrema pertinência É preciso que as extremidades sejam magras que uns ossos Despontem sobretudo a rótula no cruzar das pernas e as pontas pélvicas No enlaçar de uma cintura semovente Gravíssimo é porém o problema das saboneteiras uma mulher sem saboneteiras É como um rio sem pontes Indispensável Que haja uma hipótese de barriguinha e em seguida A mulher se alteie em cálice e que seus seios Sejam uma expressão greco romana mais que gótica ou barroca E possam iluminar o escuro com uma capacidade mínima de 5 velas Sobremodo pertinaz é estarem a caveira e a coluna vertebral Levemente à mostra e que exista um grande latifúndio dorsal Os membros que terminem como hastes mas bem haja um certo volume de coxas E que elas sejam lisas lisas como a pétala e cobertas de suavíssima penugem No entanto sensível à carícia em sentido contrário É aconselhável na axila uma doce relva com aroma próprio Apenas sensível um mínimo de produtos farmacêuticos Preferíveis sem dúvida os pescoços longos De forma que a cabeça dê por vezes a impressão De nada ter a ver com o corpo e a mulher não lembre Flores sem mistério Pés e mãos devem conter elementos góticos Discretos A pele deve ser fresca nas mãos nos braços no dorso e na face Mas que as concavidades e reentrâncias tenham uma temperatura nunca inferior A 37 centígrados podendo eventualmente provocar queimaduras Do 1 grau Os olhos que sejam de preferência grandes E de rotação pelo menos tão lenta quanto a da Terra e Que se coloquem sempre para lá de um invisível muro da paixão Que é preciso ultrapassar Que a mulher seja em princípio alta Ou caso baixa que tenha a atitude mental dos altos píncaros Ah que a mulher dê sempre a impressão de que se se fechar os olhos Ao abri los ela não mais estará presente Com seu sorriso e suas tramas Que ela surja não venha parta não vá E que possua uma certa capacidade de emudecer subitamente e nos fazer beber O fel da dúvida Oh sobretudo Que ele não perca nunca não importa em que mundo Não importa em que circunstâncias a sua infinita volubilidade

    Original URL path: http://www.artedavida.net/receita-de-mulher-vinicius-de-moraes-mensagem/ (2016-05-01)
    Open archived version from archive